Sebanella

O Lixo gerando lucros

O LIXO GERANDO LUCROS

Reuso de materiais impulsiona o conceito de economia circular.

Acesse na íntegra

Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei 12.305/ 2010, previa que todos os lixões existentes no país deveriam ser fechados até 2014 – uma forma de fazer valer o que está escrito na Constituição: o meio ambiente deve ser preservado para as presentes e futuras gerações.

Mas não foi o que aconteceu. Cinco anos após o prazo previsto na lei, a maioria das cidades brasileiras continuam descartando lixo na natureza sem qualquer cuidado ou tratamento.

Mas, num trabalho que pode ser comparado ao das formiguinhas, algumas empresas brasileiras têm feito sua parte neste processo, transformando a coleta, a reciclagem e a destinação correta do lixo em bons negócios. De quebra, ajudam o meio ambiente e impulsionam o conceito de economia circular.

Um bom exemplo vem de Canoas, no Rio Grande do Sul, onde fica a sede da Sebanella, especializada na reciclagem de gesso, que passou a ser considerado um material reciclável em 2011.

Logo após a alteração na lei, Sebastian Pica, com formação em comércio exterior e experiência na importação de cimento, pesquisou o mercado e descobriu que não havia, pelo menos na sua região, nenhuma iniciativa de reciclagem do resíduo.

Acesse na íntegra

Fonte - O Globo
 





TOP